http://draft.blogger.com/html?blogID=6881925503466310513 Empresários de videolocadoras planejam boicote contra filme do Lula - Blog do DVD

Downloads

Ferramentas

Followers


Tutoriais

Empresários de videolocadoras planejam boicote contra filme do Lula

Comments
Corre pela net este e-mail, planejando um boicote ao filme...

"No ano de 2005 sofremos um avanço na Pirataria de mais de 1000% em sua comercialização. Neste mesmo ano o nosso Presidente da República Luís Inácio Lula da Silva, em entrevista coletiva comentou que havia assistido em seu luxuoso avião o filme “2 FILHOS DE FRANCISCO”, e que havia gostado bastante, lembrando que não havia sido lançado em DVD pela distribuidora, o que causou espanto e descrença, pois, a maior autoridade do país neste momento declarou ter assistido filme pirata.
Os cantores protagonistas da historia, havia planejado um evento onde o nosso Presidente seria presenteado com o Filme ORIGINAL acabou não acontecendo. Na época nosso Presidente em entrevista coletiva pediu desculpas dizendo inclusive que iria punir os responsáveis por tal acontecimento, porém nada aconteceu, nada foi feito e ninguém foi punido e até acreditamos que o Presidente não foi mais informado sobre o acontecido.

Moral desta história o Presidente mostrou a todo o seu eleitorado e a população brasileira que não há punição para os consumidores de DVD ILEGAL, então concluímos que pirata é legal?
Foi a partir deste momento e até nos dias atuais que o movimento das Videolocadoras do Brasil chegou a cair até 60%, sendo que mais de 30% do mercado fechou e houve um grande número de desemprego no nosso setor, enquanto a comercialização de DVDs ilegais (piratas) subiu mais de 3000%.

Em 2009 foi produzido o filme LULA, O FILHO DO BRASIL, que conta a Biografia até seu auge como SINDICALISTA, este filme foi exibido em dezembro somente para as autoridades, convidados e imprensa e seria lançado a partir de janeiro nos cinemas.No final de uma desta exibições para as autoridades convidadas em entrevista à imprensa foi perguntado ao Lula o que ele achou?
Chorou a exemplo de outros companheiros.

Convidado pela coluna de um jornal para dar sua opinião preferiu não comentar.
-“Vou deixar a poeira baixar". Em seguida, pediu a Luiz Carlos Barreto – Diretor do Filme, uma cópia pra rever no seu trajeto até Lisboa.

- Não fizemos para evitar a Pirataria, disse o Diretor, mas vou providenciar, prometeu.

LULA NÃO RESISTIU:

-UÉ, ESTE FILME NÃO VAI TER CÓPIA PIRATA?
Sabemos que ele estava brincando, porém todos ouviram e leram. 
Como podemos acreditar na seriedade para uma moralização no nosso mercado após uma declaração como esta do nosso Presidente, há uma conduta ética regulamentada para o funcionamento de uma videolocadora, porem, este filme já foi pirateado e esta sendo vendido em todos os ambulantes do Brasil. Nosso Presidente pode nos ajudar mostrando a população que não deve cometer tal crime pois, “É crime como prevê nossa Constituição”.

Lembramos que o mercado de vídeo é gerador de empregos, pagador de impostos e é responsável pela maior parte dos recursos gerado para o cinema nacional, pois, caso vocês não saibam existe imposto específico pago para ANCINE – AGENCIA NACIONAL DO CINEMA, órgão governamental captador de recursos, responsável pelo recolhimento de impostos cobrados com a venda dos DVD's para todo o mercado nacional, este sim Original.

Vivemos em um país democratizado onde o direito é igual para todos, então pergunto:
- Mesmo existindo LEI as pessoas que comercializam produtos ilegais (pirata), não são punidos de forma nenhuma?
Então acredito que tal comercialização deveria ser permitida para todos, pois, enquanto o comércio ilegal não arrecada impostos tão pouco emprega o comercio legalmente estabelecido aumentaria seu faturamento e conseqüentemente recolhendo seus impostos e empregando funcionários.
Quero ressaltar que as palavras acima não representam o meu pensamento, pois, prezo pela moral, ética e profissionalismo do nosso mercado. Porém, quero lembrar que tal moralidade não esta sendo cumprida.

Gostaria de lembrar que em todo o território nacional existem Sindicatos e Associações específicas de nossa categoria, com raríssima exceção não há o respeito devido, reconhecimento, comprometimento das autoridades brasileiras, tão pouco das empresas ligadas ao mercado.

Para os donos de VIDEOLOCADORA se você quer que seu comércio continue e volte a crescer temos que começar a tomar ATITUDES, pois, somos uma grande categoria em nosso país e nossa união nos dará força para poder exigir nossos direitos.

Sugiro a todos como primeira providência, não um boicote às distribuidoras, não um boicote de filmes, mas sim a não aquisição do filme "LULA FILHO DO BRASIL", para que possamos provar a nossa força, e nossa indignação à pirataria desenfreada em todo o território nacional, onde nossas autoridades classificam este crime, “como não prioridade”.

Talvez seja a nossa última chance de conseguirmos unir a categoria e mostrar sua importância e grandeza, exigindo de todos o respeito devido. "


Parceiros